O QUE E O HOMOSSEXUALISMO NA VISÃO ESPÍRITA

O QUE É O HOMOSSEXUALISMO NA VISÃO ESPÍRITA?

Deus criou espíritos e estes não tem sexo. Então, tanto podemos encarnar em um corpo masculino como feminino. Quando estamos encarnados, interpretamos papéis, como artistas num filme ou novela. Um homem, por exemplo, não É homem, ele ESTÁ interpretando o papel de homem, porque veste um corpo masculino. Assim ocorre em relação à mulher. Na próxima encarnação não sabemos em que sexo reencarnaremos. Portanto, os filhos não SÃO nossos filhos, eles ESTÃO nossos filhos. Eles são, na verdade, filhos de Deus. Todos nós, trazemos gravado na memória espiritual, o que fizemos em encarnação anterior. O homossexualismo, por exemplo, pode ter várias origens: EXPIAÇÃO que resulta no travesti; OPÇÃO que é resultado de viciação; ESTÍMULO DOS PAIS e MISSÃO. Vamos explicá-las segundo a visão espírita de Richard Simonetti e Divaldo Franco:
1º) No caso de EXPIAÇÃO, são espíritos que usaram um corpo masculino e abusaram das mulheres, geralmente para saciar seus instintos sexuais, levando-as ao suicídio, e que agora reencarnaram (obrigatoriamente) num corpo oposto da encarnação anterior, para sentir na pele as humilhações, os abusos que uma mulher sofre por parte de alguns homens, para aprender e não cometer o mesmo erro numa próxima encarnação em corpo masculino. Então, estes usam um corpo feminino, mas seu desejo é masculino, ou seja, eles olham para uma mulher e sentem atração física, e não entendem por que. O Espírito em expiação, geralmente resolve assumir sua tendência morfológica. O mesmo acontece com o homossexual feminino. Estes também, por vários motivos, abusaram dos sentimentos de pessoas do sexo masculino. Agora se encontram (obrigatoriamente) em corpos masculino sentindo atração por pessoas do mesmo sexo. Neste caso, surge O TRAVESTI – o homem que simula ser mulher e vice-versa. Geralmente eles se vinculam a atividades artísticas, vestindo-se do sexo que pretendem ser. O travesti só se enquadra no homossexualismo, na medida em que dê vazão aos seus impulsos sexuais orientados pela psicologia invertida. Os mais imaturos acabam envolvendo-se com a prostituição, atendendo pessoas desajustadas que buscam aventuras sexuais.
2º) Podemos dizer que, a maior parte do homossexualismo é muito mais uma questão de OPÇÃO e, mais que isso, de "VICIAÇÃO". Assim como há indivíduos que se viciam no fumo, no álcool, nas drogas, há viciados do sexo que, à procura de sensações, acabam desenvolvendo práticas homossexuais. O homossexualismo pode desenvolver-se na adolescência, como experiência motivada pela curiosidade juvenil; crianças que são abusadas por adultos; ou em prisões, como alternativa para necessidades sexuais . . . Estes não tem o conflito da mente com o corpo. Por isso há homossexuais masculinos muito viris, assim como há lésbicas (a mulher homossexual), que são extremamente femininas.
3º) Há também, indivíduos que tornaram-se homossexuais por "ESTÍMULO DOS PAIS." Pais frustrados que estimulam comportamentos equivocados na conduta sexual dos seus filhos. A mãe que esperava uma menina, e veio um menino; ela começa a vestir o menino de menininha, e transferir seus conflitos e irrealizações para o filho, ou o pai que desejava um filho varão para preservar o nome, e veio uma filha; ele passa a tratá-la com dureza, porque no inconsciente, está marcando esse espírito profundamente e submetendo-o a uma conduta de comportamento sexual que não harmonizará sua psicologia com sua anatomia.
4º) E para finalizar, o homossexualismo pode também ocorrer como uma opção do Espírito quando, em MISSÃO, pretenda dedicar-se a determinadas tarefas, optando por esta "anomalia" que inibirá seus impulsos de acasalamento. Com uma psicologia (pensamento) que não se ajusta à morfologia (corpo), tenderá a sentir atração por indivíduos do mesmo sexo. Como sua consciência não lhe permitirá um envolvimento desse tipo, que sente ser contrário à Natureza, optará pela solidão afetiva, com o que passará a dedicar-se inteiramente às tarefas a que se propôs, desdobrando sacrificial existência. Encontramos, na História, inúmeras personalidades de destaque nos domínios da Cultura, da Arte, da Filosofia, da Ciência, da Religião, que viveram essa contingência. Passaram incompreendidos, ridicularizados e caluniados por seus contemporâneos quanto à sua posição em relação ao sexo, mas, mantendo SEVERAS DISCIPLINAS DE CASTIDADE, canalizaram suas forças genésicas para gloriosas realizações em favor da Humanidade.
Alguém, então, irá perguntar: "Então, no caso de expiação, se o homossexual se entregar aos impulsos não terá culpa? Pois, o homossexual não se lembra da encarnação anterior. Ele só sabe desta, e nela sente atração por pessoas do mesmo sexo."
A Doutrina responde perguntando: "Se o assassino do passado, sentir desejo de matar nesta encarnação, ele deve seguir seu impulso? Ele deve errar novamente no mesmo ponto que errou no passado?" Sabemos que não. Portanto, devemos controlar nossos impulsos negativos, senão erraremos novamente. E, consequentemente, demoraremos para evoluir. E, quanto mais persistirmos no erro, mais débitos acumularemos. E, quanto mais dívidas, mais sofrimento. Como disse Jesus: "A cada um segundo suas obras."
Alerta o apóstolo Paulo (Romanos, 1:24-32): "E por que esses homens são assim tão loucos, Deus os entregou aos desejos dos seus corações para fazerem coisas sujas, e para terem relações vergonhosas uns com os outros. Eles trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura, em vez de adorarem e servirem o próprio Criador, que deve ser louvado para sempre. Por causa do que essas pessoas fazem, Deus as entregou a paixões vergonhosas. Pois até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns com os outros. Homens tem relações vergonhosas uns com os outros e, por isso, recebem em si mesmos a punição que merecem, por causa da sua maldade."

Então, o Espiritismo não é contra o homossexualismo? A resposta vem das palavras de Divaldo: “O Espiritismo, de forma alguma, é contra a estrutura homossexual do indivíduo, não estando de acordo, porém com a pederastia, a entrega do homossexual aos hábitos e práticas perturbadoras, o que é muito diferente.”
Pois, há homossexuais com conduta moral vergonhosa e homossexuais com conduta moral exemplar, assim acontece com os heterossexuais. Por isso, só pode colocar-se contra, aquele que puder atirar a primeira pedra, ou seja, aquele que nunca errou, como disse Jesus.

Texto baseado nos livros: QUEM TEM MEDO DOS ESPÍRITOS de Richard Simonetti e LAÇOS DE FAMÍLIA de Divaldo Franco.
PALESTRA COM DIVALDO FRANCO – TEMA: SEXO E OBSESSÃO
Postado por GRUPO DE ESTUDO ALLAN KARDEC
Anúncios

Sobre aricarrasco

sou simples mas co objetivos e convicções definidos.
Esse post foi publicado em Espiritismo. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O QUE E O HOMOSSEXUALISMO NA VISÃO ESPÍRITA

  1. Pingback: Os números de 2010 | Aricarrasco's Blog

  2. john karllus disse:

    A definição correta é homossexualidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s