PRESERVAR A SIMPLICIDADE

“A maior caridade que
praticamos em relação à Doutrina Espírita é a sua divulgação.”

Emmanuel

 

PRESERVAR
A SIMPLICIDADE

 

       Enquanto a Filosofia elabora conceitos e estabelece
escolas, tentando decifrar os enigmas da realidade humana, adentrando-se pelos
meandros complexos da razão e da logística; enquanto a Ciência se aprofunda
pelos arraiais da Cosmonáutica, procurando desvendar os processos de origem do
Universo, ao mesmo tempo penetrando a sonda percuciente do exame no
microrganismo, a fim de estabelecer a realidade da vida organizada, e a
Tecnologia, em nome da investigação desvaria; enquanto as Religiões demoram-se
preocupadas com o número dos seus adeptos e da realização promocional nos
concertos das grandes Nações da Terra, o Evangelho de Jesus prossegue
necessitando de aplicação urgente, de modo a conduzir o homem ao seu glorioso
fanal, que é a plenitude da felicidade para a qual foi criado.

       Não obstante  os valiosos esforços dos Organismos do
conhecimento, que se conjugam para a solução da problemática humana, e dos
valiosos contributos para a equação de inúmeras incógnitas, outras vêm
irrompendo, desafiadoras, conduzindo a inteligência, que enlouquece de soberba
e de angústia, a estados paroxísticos, porque, lamentavelmente, fugindo da
intolerância religiosa ancestral, tomba, irremediavelmente, na mesma posição
apaixonada, chegando ao extremo absurdo da negação da existência de Deus.

       Não há porque se ignorarem os passos avançados que as
ciências ofereceram à vida, na Terra.

       No entanto, simultaneamente, a angústia e o desespero
passam, afligentes e devoradores, dizimando verdadeiras multidões e ameaçando a
estabilidade emocional do ser pensante…

       Pairando, porém, acima das arbitrárias conjunturas do
momento, o pensamento do Cristo prossegue erguendo templos de amor à vida e
escolas de misericórdia à necessidade e à ignorância.

       Em Seu nome, o Consolador desperta as mentes e os
sentimentos para a organização dos valores humanos, ensinando, através da
simplicidade e do amor, a vivência de uma Era melhor e mais digna.

       Por isso, não nos podemos olvidar da necessidade de
preservar os princípios espíritas na sua pureza primitiva, mantendo as
diretrizes cristãs em nossas Casas de oração e de serviço.

       Não faltam lágrimas, nem dores, no mundo, aguardando os que
realmente desejam a integração no espírito da vida, para os quais vem a
Doutrina Espírita.

       Pouco importam os trajes em que se apresentam os
transeuntes do sofrimento; sejam sob os tecidos caros da relevante projeção
social e econômica ou nos destroços do naufrágio moral e financeiro.

       A mensagem do Cristo volve à Terra para conduzir o ser e
ampará-lo na trajetória evolutiva por onde deambula. 

       Recordando a pureza do Cristo, a humildade com que sempre
se apresentou e de que revestiu os Seus ensinos, cumpre-nos preservar as bases
do Cristianismo, conforme a sua primeira manifestação, de modo a que o bafio do
orgulho não nos envenene, nem as preocupações seitistas  e divisionistas não
nos separem, gerando distúrbios e dificuldades que afastem os Benfeitores
Espirituais que trabalham em nome do Senhor Jesus.

       Reativemos a atitude da abnegação e do sacrifício,
promovendo o homem, dando-lhe repouso e resignação para a sua plena paz, preservando
a simplicidade da nossa fé.

                                                  Eurípedes
Barsanulfo

(De “ Terapêutica de Emergência “, de Divaldo P. Franco, por
diversos Espíritos)

Anúncios

Sobre aricarrasco

sou simples mas co objetivos e convicções definidos.
Esse post foi publicado em Espiritismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s